✞✞✞ Artigos

ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA.

Resultado de imagem para assunção de nossa senhora

O que é um DOGMA?

Catelivros – E se a sua vocação fosse escrever?

Catelivros - E se a sua vocação fosse escrever?Você! Você mesmo!

Você conhece Flannery O’Connor? Ela venceu muitos obstáculos e se tornou uma escritora incrível. E um dos fatores do seu sucesso foi encarar o dom de escrever como uma verdadeira vocação. E você? Já pensou que esse pode ser o seu chamado também?

Instrução de Algumas Questões Sobre a Colaboração dos Fiéis Leigos no Sagrado Ministério dos Sacerdotes

 Congregação para os Institutos de Vida
Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica

Congregação para o Clero

Conselho Pontifício para os
Leigos

Congregação para a Doutrina
da Fé

Doutrina Social da Igreja deve ser referência essencial para leigos

A Doutrina Social da Igreja representa “a referência
essencial” para os fiéis leigos empenhados na sociedade e na política,
ressalta o Papa Bento XVI em uma mensagem destinada ao Presidente do Pontifício
Conselho Justiça e Paz, Cardeal Peter Kodwo Appalah.

O texto foi enviado por ocasião da Assembleia Plenária do
dicastério vaticano, que começou na segunda-feira, 1º, e termina nesta
sexta-feira, 5, em Roma, Itália.

Todo pecado confessado na Missa é perdoado?

O pecado confessado na Missa nos ajuda a celebrar melhor a Eucaristia

A Eucaristia é o ápice da vida cristã, pois é o memorial do sacrifício de amor de Jesus. Logo, o homem, que só encontra a sua realização em Deus, deve celebrar com todo amor e zelo esse memorial. Para isso, o ato penitencial colabora e faz com que ele reconheça quem realmente é: um filho que tem pecado e necessita do amor.

São Tiago: se a pessoa não controla a sua língua, a religião é inútil

São Tiago: se a pessoa não controla a sua língua, a religião é inútil

Os Leigos

Sem dúvida, a valorização do
leigo na vida eclesial foi uma das mais importantes contribuições do Concílio
Vaticano II à vida religiosa. O documento “Apostolicam Actuositatem”
foi aprovado na oitava sessão, em 18 de novembro de 1965. Abriu grandes
perspectivas, possibilitando maior e benéfica atuação do laicato. Entre
inúmeras atividades e novos campos de trabalho, estão as pequenas comunidades
de base. Nelas, o fiel, fundamentado na leitura e reflexão da Palavra de Deus,
aperfeiçoa sua missão, decorrente do Batismo, da Confirmação e de contacto mais
vivo, frutuoso com os irmãos, pela facilidade de estabelecerem relações entre
grupos menores. O anonimato dos maiores aglomerados, mesmo dentro de um mesmo
templo e paróquia, cede espaço ao acolhimento e mútuo conhecimento. Diz o Santo
Padre, em sua recente Exortação Pós-Sinodal “Igreja na América” (nº
41): “A paróquia é um lugar privilegiado (…) Por isso, é oportuna a
formação de comunidades e de grupos eclesiais de tal dimensão, que permitam
estabelecer verdadeiras relações humanas”.

Esses novos horizontes que
foram criados, devem ser constantemente conferidos com a doutrina. As
interpretações pessoais, particulares, mesmo oriundas de cristãos zelosos e de
elevado nível, sempre estão sujeitas ao Magistério vivo, deixado por Cristo,
para governar a obra que fundou. O entusiasmo pelo novo, a descoberta de outros
horizontes, pode ser destrutivo quando insinua edificar uma Igreja sem claro
reconhecimento da hierarquia.

A valorização do apostolado dos leigos no exercício do seu sacerdócio comum

Os Bispos brasileiros, pertencentes ao Regional Norte 1, que compreende os Estados do Amazonas, Acre, Roraima e Rondônia, efetuaram a sua visita qüinqüenal “ad Limina” no final do mês de maio e início de junho. O Regional Norte l da CNBB é formado pelas seguintes Províncias Eclesiásticas: Arquidiocese de Manaus, com 6 Dioceses e 4 Prelazias territoriais sufragâneas: Rio Branco, Roraima, Cruzeiro do Sul, Alto Solimões, S. Gabriel da Cachoeira, Parintins, Borba, Coari, Itacoatiara e Tefé; Arquidiocese de Porto Velho, tendo como sufragâneas 3 Dioceses e I Prelazia territorial: Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Humaitá e Lábrea. No dia 30 de maio, os Bispos concelebraram com o Papa na Sua capela particular do Palácio Apostólico, no Vaticano, e em seguida foram recebidos coletivamente. Após a deferente saudação de D. Antônio Possamai, Bispo de Ji-Paraná e Presidente do Regional Norte 1, João Paulo II entregou aos Bispos o texto do seu discurso, juntamente com uma cruz peitoral, como recordação desta visita “ad Limina”.

Publicamos a seguir o discurso do Papa:

Discurso do Papa João Paulo II: A valorização do apostolado dos leigos no exercício do seu sacerdócio comum

Os Bispos brasileiros, pertencentes ao Regional Norte 1, que compreende os Estados do Amazonas, Acre, Roraima e Rondônia, efetuaram a sua visita quinquenal “ad Limina” no final do mês de maio e início de junho. O Regional Norte l da CNBB é formado pelas seguintes Províncias Eclesiásticas: Arquidiocese de Manaus, com 6 Dioceses e 4 Prelazias territoriais sufragâneas: Rio Branco, Roraima, Cruzeiro do Sul, Alto Solimões, S. Gabriel da Cachoeira, Parintins, Borba, Coari, Itacoatiara e Tefé; Arquidiocese de Porto Velho, tendo como sufragâneas 3 Dioceses e I Prelazia territorial: Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Humaitá e Lábrea.
No dia 30 de maio, os Bispos concelebraram com o Papa na Sua capela particular do Palácio Apostólico, no Vaticano, e em seguida foram recebidos coletivamente. Após a deferente saudação de D. Antônio Possamai, Bispo de Ji-Paraná e Presidente do Regional Norte 1, João Paulo II entregou aos Bispos o texto do seu discurso, juntamente com uma cruz peitoral, como recordação desta visita “ad Limina”.

Publicamos a seguir o discurso do Papa:

Leigos: “gigante adormecido” da Igreja

Entrevista com o professor Luis Navarro

O futuro da Igreja depende de um despertar de seu “gigante adormecido”, os leigos, segundo constatou um congresso organizado entre 7 e 8 de abril, em Roma, pela Faculdade de Direito Canônico da Pontifícia Universidade da Santa Cruz, com o título “O fiel leigo: realidade e perspectiva”.

Neste contexto, ZENIT entrevistou o decano desta faculdade e presidente do comitê organizador do encontro, professor Luis Navarro.