9154cartaz_campanha_da_fraternidade_2015_pk01

“EU VIM PARA SERVIR” NA PRÁTICA!

A grande missão e o principal mandamento: amar e servir, servir e amar Deus Pai enviou Leia mais »

Paixao-de-Cristo-2010-1-600x300

TEATRO DA PAIXÃO DE CRISTO!

O Grupo de Jovens JUCEAM convida a todos os jovens para participar dos ensaios da apresentação Leia mais »

elsembrador

AVISOS – INSCRIÇÕES DA CATEQUESE

INSCRIÇÕES DA CATEQUESE ATÉ O DIA 27 DE FEVEREIRO DE 2015, NA SECRETARIA PAROQUIAL. Missa, Abertura Leia mais »

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA

PROGRAMAÇÃO DAS MISSAS DA PRIMEIRA QUINZENA DE FEVEREIRO!

PROGRAMAÇÃO PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA DOMINGO – 01/02/2015 07:00 às 17:00 – ENCONTRO PASTORAL FAMILIAR – Leia mais »

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA

AVISOS PAROQUIAIS – FEVEREIRO 2015

AVISOS DO MÊS DE FEVEREIRO DE 2015   Todas as Sextas-Feiras durante a Quaresma, Missa e Leia mais »

“EU VIM PARA SERVIR” NA PRÁTICA!

9154cartaz_campanha_da_fraternidade_2015_pk01

A grande missão e o principal mandamento: amar e servir, servir e amar

Deus Pai enviou Seu Filho Unigênito para servir; e de maneira especial, nosso Senhor Jesus Cristo serviu o mundo com a Sua vida. Os ensinamentos de Cristo, Sua acolhida aos necessitados – doentes, pobres, mulheres, crianças e pecadores em geral – foi para servi-los.

Jesus Cristo veio a este mundo e não brincou de ser humano, Ele foi gente mesmo, assumiu a nossa carne (cf. Jo 1,14), teve fome, sede, andou muito a pé, de barco, obrigava-se a estar com o Pai em oração fazendo Suas vigílias, mostrou Sua indignação com as autoridades da época, chamando-as de “hipócritas”, “sepulcros caiados” e “víboras”. O Filho de Deus, também com os Seus discípulos, mostrou Sua indignação pelo fato de eles não entenderem os ensinamentos d’Ele, chamando-os de “homens de pouca fé” e “lentos para crer”. Pode-se constatar o quanto Ele foi gente, pois podemos olhar para nossa vida e verificar que enfrentamos diversas dificuldades não só por causa dos erros que um dia cometemos, mas por causa da nossa limitação humana.

POR QUE IR À IGREJA SE EU POSSO REZAR EM CASA?

A igreja, por mais simples que seja, exala Cristo

É muito comum os católicos “praticantes”, ao convidarem alguém para ir à igreja, ouvirem coisas como: “Por que ir à igreja se posso rezar em casa?” ou “Rezo em casa mesmo! Não preciso ir à igreja”.

por-que-ir-a-igreja-se-eu-posso-rezar-em-casa

DIFICULDADES COM A ESPERANÇA

O Catecismo da Igreja Católica define esperança (1817) como “a virtude teologal pela qual desejamos, como nossa felicidade, o Reino dos Céus e a Vida Eterna, pondo nossa confiança nas promessas de Cristo e apoiando-nos não em nossas forças, mas no socorro da graça do Espirito Santo”.

 

PARA NÃO CAIRDES EM TENTAÇÃO

A Quaresma nos coloca diante das questões fundamentais da nossa vida: como devemos viver e nos relacionar com Deus e com o mundo? Quais são as referências que devem orientar de maneira segura nossos passos na vida cristã?

 

TRANSFIGURAR A VIDA

No monte Tabor Jesus se transfigurou diante de três discípulos. Mostrou sua pessoa divina na natureza humana, confirmada pelas palavras do Pai: “Este é o meu Filho amado.

Escutai o que ele diz” (Marcos 9,7). Os Apóstolos ficaram extasiados e mais tarde puderam dar testemunho a todos sobre a natureza humano-divina do Mestre. Por isso, deram a própria vida para selar sua fé nele.

A ousadia do “Pai nosso”

Na santa Missa, quando o presidente da celebração introduz a oração do “Pai nosso”, tem à sua disposição várias formas para convidar a comunidade a apresentar ao Pai os pedidos que Jesus nos ensinou a fazer. Uma delas, a mais antiga, propõe: “Obedientes à palavra do Salvador e formados por seu divino ensinamento, ousamos dizer…”

 

CRISE DE CONSCIÊNCIA

Na raiz das muitas crises que a sociedade brasileira enfrenta – hídrica, energética, política, econômica, moral, com a exigência de pronta reação – está a falta de consciência. Uma carência que produz absurdos em série. São incontáveis os prejuízos para a coletividade que resultam da falta de princípios éticos e morais. Uma deficiência que é fonte de arbitrariedades, desmandos, incompetência para reações e respostas. Promove a perda dos sentidos de beleza, justiça e equilíbrio, que devem ser construídos cotidianamente, para se evitar situações ainda mais caóticas.

Há crise de consciência? Esta interrogação ganha pertinência quando se constata extremismos e desequilíbrios na sociedade, em atitudes individuais e coletivas, fundamentadas na irracionalidade e abominável mesquinhez. Um exemplo? A recente notícia de que parlamentares votaram um auxílio moradia em benefício de quem não precisa. Trata-se do princípio de “usufruir das vantagens”, que tudo corrói, de maneira demolidora, inclusive o tecido da consciência social, política. Esse princípio é impulsionado por uma perigosa permissividade, que justifica atos individuais e coletivos, merecedores da indignação de homens e mulheres de bem, no exercício do direito de exigir o tratamento adequado do que é público.

IGREJA E SOCIEDADE

Na quarta-feira de cinzas, dia 18 de fevereiro, a Igreja Católica estará lançando a 51ª Campanha da Fraternidade em terras brasileiras. O objetivo é aprofundar os laços de fraternidade entre as pessoas e comunidades, com o intuito de melhorar as condições de vida do povo. O tema deste ano é: “Fraternidade – Igreja e Sociedade”. O lema indica a diretriz que orienta a reflexão: “Eu vim para servir” (Mc 14,45). A Igreja entende que ela está no mundo para, assim como Jesus Cristo, servir e não para ser servida. A visualização deste serviço vem retratada no cartaz, onde encontramos o papa Francisco lavando os pés de um fiel na quinta-feira santa de 2014.

 

INÍCIO DA ESCOLINHA PARA COROINHAS 2015

grupo de coroinhas

No dia 14 de Fevereiro: teremos o Início da Escolinha para COROINHAS 2015,  às 9 horas, na Sala Profeta Elias, Igreja Matriz.

 

HINO DOS COROINHAS DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA DE ROLIM DE MOURA

Acompanhe o vídeo com o hino dos coroinhas cantado pelos coroinhas da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Rolim de Moura.

CARNAVAL: PRAZER E ALEGRIA?

O início do carnaval traz a busca frenética pelo prazer e pela alegria

A Bíblia afirma que “a alegria do coração é a vida do homem, é um inesgotável tesouro de santidade. A alegria do homem torna mais longa a vida dele” (Eclo 30,22-26). São Francisco de Sales dizia que “um cristão triste é um triste cristão”. A alegria verdadeira brota de um coração puro, que ama a Deus e ao próximo, tem a consciência tranquila e sabe que está nas mãos do Senhor.

Carnaval é prazer e alegria