10173313_448159785318782_414534936_n

Noite de Louvor // 30 de Abril – Clube do Woshinton ás 20:00 Horas // com Fátima de Souza, Carlos Morais e Ministério Água Viva

    “Deus é nosso trabalho” Ingressos Limitados: [R$ 20,00] Massari – Bem-Me-Quer – Escritório da Leia mais »

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA

Programação de Missas para a primeira quinzena de Abril

PROGRAMAÇÃO PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA TERÇA-FEIRA – 01/04/2014 15:00 – MISSA COM OS ENFERMOS – MATRIZ Leia mais »

Sant_Elia_K

BEBER DA FONTE – “O SENHOR É MINHA LUZ E MINHA SALVAÇÃO, A QUEM TEMEREI?”

“O SENHOR É MINHA LUZ E MINHA SALVAÇÃO, A QUEM TEMEREI?” SL 26,1s.10 Os discípulos e Leia mais »

DSCN6097

CULTO ECUMÊNICO DA CAMPANHA “ESCOLHE POIS A VIDA!”

No dia 16 de março de 2014, aconteceu no pavilhão da Igreja Matriz o culto ecumênico Leia mais »

DSCN5770

VIGÍLIA DA CAMPANHA “ESCOLHE POIS A VIDA!”

Aconteceu nos dias 15 e 16 de março de 2014, na praça da Igreja Matriz a Leia mais »

Papa afirma que tráfico humano é uma chaga na humanidade

O papa Francisco pronunciou hoje, 10, pela manhã, discurso durante a 2ª Conferência Internacional sobre Combate ao Tráfico Humano. O evento, que teve início ontem, 9, no Vaticano, é uma iniciativa da Conferência Episcopal da Inglaterra e Gales, que tem a finalidade de construir uma rede de combate a este tipo de crime. Participaram do encontro cerca de 120 pessoas, entre autoridades policiais que atuam na luta contra o tráfico humano, representantes da Igreja Católica e trabalhadores humanitários.

Em seu discurso, o papa Francisco afirmou que o tráfico de seres humanos é uma “chaga no corpo da humanidade contemporânea, uma ferida na carne de Cristo”.

FORMAÇÃO DO DIZIMO COM LUIZ TARCISO

Aconteceu em nossa Paróquia a Formação para a Pastoral do Dízimo. encontro aconteceu no dia 05 de Abril, na Sala Profeta Elias Igreja Matriz). Contou com a participação de várias lideranças das Comunidades Urbanas e Rurais, membros da Pastoral do Dízimo, CPCs e outras Pastorais, Grupos e Movimentos de nossa Paróquia. Quem trabalhou Conosco foi o colaborador Luiz Tarciso, de São Paulo/SP. No Domingo, dia 06, Tarciso trabalhou a “Importância do Dízimo”, nos horários de Missas da Igreja Matriz.

 Sobre o colaborador:
É um leigo católico, colaborador da Pastoral do Dízimo, membro atuante
da Paróquia Santa Catarina de Alexandria – Diocese de Santo Amaro,
graduado em teologia pela Faculdade de Teologia Nossa Senhora da
Assunção da Arquidiocese de São Paulo e mestre em Teologia, com ênfase
em História Eclesiástica contemporânea, pela PUC-SP.

CHEGADA DO FREI JOÃO NILSON EM ROLIM DE MOURA

No dia 08 de Abril, Frei João Nilson Dantas Barbosa, O.Carm presidiu

sua primeira Missa em nossa Igreja Matriz. A celebração foi durante a

Missa dos Enfermos, já tradicional em nossa Paróquia, que acontece

todas as terças-feiras, na Igreja Matriz, às 15h00. Pedimos a oração

Noite de Louvor // 30 de Abril – Clube do Woshinton ás 20:00 Horas // com Fátima de Souza, Carlos Morais e Ministério Água Viva

10173313_448159785318782_414534936_n

 

 

10173313_448159785318782_414534936_n
“Deus é nosso trabalho”
Ingressos Limitados: [R$ 20,00] Massari – Bem-Me-Quer – Escritório da Igreja Matriz
Informações [Roberta] 8435-1081 [Marivaldo] 8467-5424

 

Catequese para Adultos: Dá-me dessa água – A excelência da catequese é provocar descobertas para uma vida em Cristo.

Estamos caminhando com a catequese de Jesus, participando dos seus encontros com pessoas que mudaram suas vidas e as de outros. É uma catequese-compromisso. As pessoas, quando se reencontram com a verdade, são capazes de mudarem suas vidas. Vimos isso no artigo anterior onde Mateus, aceitando o convite de Jesus, levou outros consigo. Podemos chamar essa caminhada de maturidade da fé. Esse é o principal objetivo da catequese com adultos. Como aquelas pessoas transformaram suas vidas e daquelas que são próximas, é também a expectativa que isso aconteça hoje. A catequese com adultos deve provocar mudanças, sendo fermento que leveda o mundo.
CONTEXTO HISTÓRICO

Caminharemos, agora, com Jesus e a Samaritana (Jo 4,1-42). Os samaritanos eram rotulados como hereges pelos judeus. A antiga rivalidade política entre samaritanos e judeus formou-se por motivos religiosos e políticos, porque aqueles admitiram, no passado, ao lado do Deus único, outras divindades pagãs (1Rs 12,26-33). Por causa disso nem se falavam, embora fossem da mesma descendência de Abraão. O puritanismo judaico não admitia a aproximação com os samaritanos e, nesse relato, há o agravante de ser uma mulher de vida duvidosa.

Padre Anchieta é declarado santo

so jos de anchieta

Na manhã desta quinta-feira, 03 de abril, o papa Francisco recebeu em audiência, no Vaticano, o prefeito da Congregação das Causas dos Santos, cardeal Angelo Amato. Depois de ouvir o relatório sobre a vida e a obra do “Apóstolo do Brasil”, o pontífice assinou o decreto de canonização do missionário jesuíta. No dia 24, o papa presidirá uma missa em ação de graças pela canonização, na igreja de Santo Inácio, em Roma.

São José de Anchieta, como passa a ser chamado, também é declarado, pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), como padroeiro dos catequistas.

Programação de Missas para a primeira quinzena de Abril

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA

PROGRAMAÇÃO PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA

TERÇA-FEIRA – 01/04/2014
15:00 – MISSA COM OS ENFERMOS – MATRIZ – Frei Cleidimar / Frei Alexandre / Frei Antonio
18:00 – VISITA: 164/15S (Santa Luzia) – Frei Cleidimar
19:00 – VISITA: 176/10S (São Sebastião) – Frei Antonio
20:00 – VISITA: 164/10S (São José) – Frei Cleidimar

QUINTA-FEIRA – 03/04/2014
17:00 – BÊNÇÃO: MOTO TÁXI – Frei Antonio
19:30 – CELEBRAÇÃO PENITENCIAL DE ENTREAJUDA – MATRIZ – Frei Alexandre
19:30 – VISITA: 180/4S (Nossa Senhora Aparecida) – Frei Antonio

BEBER DA FONTE – “O SENHOR É MINHA LUZ E MINHA SALVAÇÃO, A QUEM TEMEREI?”

Sant_Elia_K

“O SENHOR É MINHA LUZ E MINHA SALVAÇÃO, A QUEM TEMEREI?” SL 26,1s.10
Os discípulos e o cego: (Jo 9,1-5) = Quem pecou? A doença como castigo pelo pecado…
Aqui, encontramos a chamada Teologia da Retribuição: A dificuldade do rico entrar no céu, os discípulos ficam espantados, porque a mentalidade era de que: os ricos entram no céu – os pobres não; os ricos são abençoados – pobres malditos, pecadores (porque não sabem ler, não conhecem a Lei, por isso não a cumprem, portanto, são pecadores). Quem é bom é recompensado, quem é ruim é castigado, condenado. Doença castigo de Deus… Por isso a pergunta: “Quem pecou? Jesus nega a Teologia indiretamente afirmando que a cegueira não era castigo nenhum; vai servir de ocasião para revelar a obra e a glória de Deus.
No capítulo anterior Jo 8,12 Jesus afirma: “Eu sou a luz do mundo; aquele que me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. Também repete algumas vezes: “Mas comigo está o Pai que me enviou” (Jo 8,16). “O meu Pai que me enviou” (v. 18). “Mas o que me enviou é verdadeiro e o que dele ouvi eu o digo ao mundo” (v.26). “Aquele que me enviou está comigo” (v.29). “Eu falo o que vi junto de meu Pai” (v.38). “É dele que eu provenho porque não vim de mim mesmo, mas foi ele que me enviou” (v.42). Jesus, O Mensageiro, o Enviado de Deus, como o Profeta Escatológico dos últimos dias.
Piscina de Siloé: (Jo 9,6-7): Enviado. Jesus o enviado ( Mensageiro de Deus) que faz as obras de Deus. Nisto está todo o simbolismo que o evangelista João quer comunicar. A interpretação de Jesus como o Mensageiro de Deus se fundamenta em Dt 18,15s e ainda: “Eis! Enviarei meu Mensageiro (Angelos, anjo), adiante de Ti, para te proteger no caminho…” ( Ex 23,20-23; 33,2). Ainda se juntam as tradições de Isaías que falam das obras do Profeta Escatológico: Is 26,16 (mortos ressuscitam); Is 29,9-10.18-19 (cegos vêem); Is 35,5-6.8 (igualmente cegos vêem); Is 42,18 (surdos ouvem); Is 61,1-3 (enlutados são ajudados, aos pobres anuncia-se uma Notícia Alegre.); Is 52,7 (Deus vai reinar) e 1Rs 17,17-24; 2Rs 4,18-37; 2Rs 5. (ressurreição dos mortos); Mc 5,22-43; Lc 7,11-17 são reflexos disso na ação salvadora de Jesus.
O Mensageiro de Deus tem “ALGO DE DEUS” que o enviou, “O poder de Deus”. O Mensageiro levando em si o nome de Deus, nos círculos sinagogais da diáspora (na tradução da Setenta), o nome de Deus “ADONAI”, é traduzido por KYRIOS. O nome Kyrios, portanto, foi dado ao Mensageiro de Deus. Por isso, Jesus é chamado de “O SENHOR”.
Outra TRADIÇÃO do mensageiro de Deus, ser “MENSAGEIRO DA SABEDORIA”, na literatura do judaísmo tardio, sobretudo, naquela influenciada pela tradição sapiencial a respeito da noção do mensageiro, é chamado de Pai como origem da mensagem e da doutrina que o mensageiro, seu filho, traz para os seres humanos. (Sb 2,13.16d.18; 9,4b.5a). Deus é o Pai do sábio e este participa do ensinamento Paterno; o iniciado é o “BEM-AMADO”.
Os vizinhos e o cego: Jo 9,8-12 – Parece com ele. Aquele homem que se chama Jesus. Fui, lavei-me e vejo. O cego se lava segundo a ordem de Jesus e fica transformado de modo que os vizinhos que o conheciam bem têm dificuldade em reconhecê-lo. Quando ele fala o faz como Jesus dizendo: “Sou eu mesmo”. Ao se lavar transformado e já não é ele que fala, e sim Jesus que vive e fala por ele. João oferece uma catequese batismal para a sua comunidade. O milagre é uma iluminação e uma nova criação; começa com o barro e a lavação ordenada por Jesus. O cego vai descobrindo quem é Jesus ao longo do diálogo: “Aquele homem que se chama Jesus”; não sabe quem é Jesus nem onde está. (v.11s). “Vem da parte de Deus, embora os fariseus o neguem.” (v.16). O cego o confessa como Profeta; depois de reconhecê-Lo como Messias, é expulso da Sinagoga. O cego já é uma nova pessoa que nasceu de Deus. (Jo 1,13) por isso seus pais, segundo a carne, o abandonam. Os judeus, especialmente os Fariseus, pretendem saber tudo (donos do saber) a ironia do evangelho é que o cego se apóia na sua experiência: “Se Ele é pecador, isto é lá com vocês”, “só sei que sendo eu cego, agora vejo”. O que é de admirar em tudo isso é que não saibais de onde ele é, e entretanto, ele me abriu os olhos. “Se este homem não fosse de Deus, não poderia fazer nada.”
Quando o evangelho de João foi escrito os que se convertiam ao Cristianismo eram expulsos da Sinagoga.
Jesus vem ao seu encontro e se revela como o Filho do Homem; o cego se prostra diante dele e o adora.
Jesus como aquele que vem para julgar lança a sentença: “Vim a este mundo para fazer uma discriminação: os que não vêem vejam, e os que vêem se tornem cegos”. (v.39). Lógico a conclusão de tudo isso é: JESUS É O MENSAGEIRO, PROFETA MESSIÂNICO ESCATOLÓGICO, QUE REALIZA AS OBRAS QUE O PAI O ENVIOU A REALIZAR.

Frei Filomeno dos Santos O.Carm.

Francisco: a oração é uma luta com Deus, que transforma o nosso coração

Cidade do Vaticano (RV) – A oração é uma luta com Deus e deve ser feita com liberdade e insistência, como um diálogo sincero entre amigos: palavras de Francisco na missa presidida esta manhã na Casa Santa Marta.

O diálogo de Moisés com Deus no Monte Sinai esteve no centro da homilia do Papa. Deus quer punir seu povo porque fizeram um ídolo, o bezerro de ouro. Moisés suplica ao Senhor para que reveja sua punição. “Esta oração – explicou Francisco – é uma verdadeira luta com Deus para salvar o seu povo.” Para o Pontífice, a oração deve ser também “uma negociação com Deus”, com “argumentações”. No final, Moisés convence o Senhor, que desiste do castigo com o qual havia ameaçado o povo. O Papa então se questiona: quem mudou de opinião? “Não creio que seja o Senhor”:

Doação de empresas a candidatos é a porta mais larga para a corrupção”, afirma Dom Joaquim Giovanni Mol‏

Os membros da Coalizão Democrática pela Reforma Política e Eleições Limpas e parlamentares que apoiam a iniciativa estiveram reunidos, hoje, dia 2, na sede da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP), em Brasília (DF). Entre outros assuntos, foram debatidas as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) n° 4650, que está na pauta de julgamentos de hoje.